Prospecto de vendas de 1974 - Detalhes

setembro 03, 2012

Dando continuidade a série de fotos que eu iniciei aqui e aqui, hoje posto os detalhes internos do folder. Bom é que estas fotos mostram os detalhes de um carro que acabou de sair da fábrica, ou seja, sem nenhuma alteração na sua originalidade. Ótimo para ajudar numa restauração.

Prospecto de vendas - Interior_01

Detalhe da saída de ar lateral. Este é o mesmo modelo das Kombis mais novas.

Prospecto de vendas - Interior_02

Aqui podemos ver em detalhes o formato dos gomos e o couro corrugado utilizado nos bancos e revestimentos das portas. Notem o formato das coifas do freio de mão e da alavanca de mudanças.

Prospecto de vendas - Interior_03

Painel detalhado. Aqui vemos o console central com apenas três botões (faróis, reostato e ventilador), pois o botão do pisca-alerta só se tornaria obrigatório em 1975. Podemos notar nas laterais, abaixo do painel, os dutos de ar do ventilador e as mangueiras transparentes que escoam a água das caixas de ar dianteiras.
Notem a disposição correta dos instrumentos, além da marcação das marchas ao centro e o tampão original do rádio, visto que ele era opcional.

Prospecto de vendas - Interior_04

Detalhe dos limpadores de para-brisa de inox e do brucutu.

Prospecto de vendas - Interior_05

Lanterna traseira bicolor (a monocromática só entrou em série em 1975) e detalhe do para-choques em borracha "enduro". Uma peculiaridade dos frisos refletivos é que todos eles eram presos por grampos internos, com excessão dos frisos dos para-lamas traseiros, que eram rebitados por fora do carro.

Prospecto de vendas - Interior_06

O porta-malas dianteiro também era revestido com carpete do tipo buclê, na mesma padronagem do carpete interno. Este carpete era da marca Tabacow e era popularmente conhecido como "cabelo de nega". Notem que o interior das entradas de ar laterais era pintado de preto fosco e não da cor do carro.

Prospecto de vendas - Interior_07
Fotos: Fábio Loureiro - via Facebook

Nestas fotos podemos ver claramente o esmero nos detalhes e no luxo de seu interior. Não era a toa que o SP2 era um carro para poucos e um sinônimo de status para seu proprietário.

Talvez você goste também:

1 comentários

Deixe aqui seu comentário.

Curta Nossa Fanpage

Seguidores do Google+

Seguidores do Blogger